Enxaqueca: Um Problema Médico Frequente (I)

Já fiz diversos tratamentos, mas não consigo me livrar das frequentes enxaquecas que me atormentam. Vi, na televisão, uma reportagem sobre um novo medicamento, chamando Sumatriptan. O que causa enxaqueca?. Devo ter esperança de que esse produto seja uma real novidade para a enxaqueca?.

Enxaqueca é um termo médico que designa um tipo específico de dores de cabeça, recorrentes e intensas, que acometem 20% da população. Existem, pelo menos, quatro tipos de enxaqueca, destacando-se as enxaquecas comum e clássica. A enxaqueca comum se inicia com dor unilateral, pulsátil, de intensidade crescente, localizada em torno do olho(região periorbitária), ou por detrás da orelha(região retroauricular), que logo se estende à metade correspondente da cabeça e, por fim, a todo ela. Mal-estar, náuseas e vômitos são habituais, bem como exacerbação do quadro doloroso em presença de ruídos(fonofobia) e de luz(fotofobia).
Muitas horas antes do início da enxaqueca, algumas pessoas têm nítida noção de que irão ter uma crise, pois apresentam sede anormal, fome excessiva, euforia, depressão ou hiperatividade inexplicáveis.Nos minutos que antecedem o início da dor, podem surgir náuseas e outras manifestações desagradáveis, em especial certos sinais de disfunção neurológica, o que caracteriza a enxaqueca clássica. Estes sinais são uma típica "aura", em geral traduzida por fenômenos visuais(riscos, clarões, pontos luminosos, que predominam na parte externa do campo de visão); também podem ocorrer dormência nas mãos, parestesias periorais(formigamentos em torno dos lábios), perda da fala ou até mesmo diminuição passageira da força num dos loados do corpo. A crise enxaquecosa dura quatro a seis horas, mas não são raros os casos em que persiste por um dia ou mais; seu término, frequentemente, está associado a episódio de vômitos ou sono profundo. Terminada a crise, resta uma sensação de exaustão física intensa, acompanhada de peso e recrudescência da dor sempre que se realizam movimentos bruscos da cabeça. Embora não seja uma enfermidade fatal, a enxaqueca e um sério problema, pois limita de modo significativo a capacidade laborativa da pessoa que dela sofre, chegando a incapacitá-la temporariamente.

Diário da Tarde - Setembro de 1992 - Dr. L.E.LAMB
Article Number: 336
Read. 103 Time.
Rate this article.
Thank you for your vote.

This article was written by:

Contact Me.

  • Email
View More. Close.

article.Autor.author_review

Other articles written by this Author.